HQ Ria

Literatura visual da RevistaRia

Veja os cartuns da edição, dos sempre incríveis Fabio Zimbres e Clóvis Stocker.

Fabio Zimbres


FABIO ZIMBRES (São Paulo, 1960), desenhista sem especialização, faz quadrinhos, ilustração, design, edita publicações e faz livro de artista. Tem quadrinhos e desenhos publicados em diversas publicações: Chiclete com Banana, Lapin, A Folha de São Paulo, Big Bang Bang e recentemente nas revistas Now, Strapazin, Baiacu, Pé de Cabra e Ragu. Publicou os livros de quadrinhos Vida Boa, Música para Antropomorfos, Feliz e o Apocalipse segundo Dr. Zeug. Como ilustrador fez os livros Panamá (editora Media Vaca) e Para Entender Pai e Mãe (editora Projeto). É representado pela
galeria Bolsa de Arte de Porto Alegre.


Clóvis Stocker


CLÓVIS STOCKER

"Mas eu acho que o que me inspira mais neste trabalho é como o cartoon interage com os seus arredores. Paulo tem o seu personagem, Clovis, na verdade usando os painéis como uma estaca; como no quadrinho acima; em outros, Clovis pode estar colidindo com uma moldura ou movendo o painel sobre ele mesmo ao contrário ou mesmo apenas pulando uma moldura e olhando para trás, se perguntando o que ele pode ter acabado de perder.

Este tipo de idéia é chamado de "dispositivo". Efetivamente é algo a que você recorre de tempos em tempos e que os seus leitores associam com o seu trabalho. Exemplos disto são o Snoopy sentado em sua casinha, Calvin em seu disfarce de astronauta Spiff, Andy Capp dormindo no sofá etc.

Mas o que é tão inteligente sobre o dispositivo de Paulo é que ele o tornou dele. Ninguém pode usar este dispositivo sem que isso fique parecendo uma afronta direta. É uma ideia tão simples mas que eu, e eu suspeito que muitos dos meus contemporâneos também, queríamos ter pensado antes."

- Karl Dixon, artista britânico