Quatro poemas eróticos

Yara Fers

Provocação

Hoje
eu quero adentrar
na vagina úmida
da palavra sexo.

Quero que bocas,
seios, pênis
signifiquem
exatamente o que são.
Lambê-las todas.

Hoje
não meto metáforas,
metonímias, eufemismos.
Ainda que haja
de leve
uma metalíngua,
esta poesia
apenas penetra
o literal.

Hoje
vou chupar a palavra pênis
em cada letra, pingo e gota,
até ela ficar bem feliz.

Só hoje,
nada de sutileza.
A poesia
vai dizer safadezas
em seu ouvido.
Escrever será um prazer.

E no clímax,
no ápice da palavra clítoris,
a poesia vai gozar.

E você vai gostar.


Tangente

Tu tangencias,
tão tântrico.
Lambendo a beira orgásmica da libido.
Língua solar na borda do seio do horizonte.

No ponto único crítico e clitórico
em que me interceptas:
toque tão retilíneo
da ponta dos dedos
sobre minhas curvas;
neste ponto me encontras
tão completa.

É exata e matematicamente
esta tua tanta tentativa de apenas tangenciar
que, inevitável, me perfura.


Picante

Beijo
tua pétala:
tulipa púrpura.

Toco
tua penugem:
tapete de pelos púbicos.

Publico
tuas impudicas taras
inter-caladas.

Perfuro
tuas pupilas.

Páprica:
meu poema
em tua papila.


Perto

Dançar:
um estar
tão perto.

Doce sangria
esta salsa, este cio.
Tua força:
verso vivo
a enlaçar minha cintura.

Tão perto.
Que a acidez transpirada
me transparece.
Que nossas epidermes
são síntese úmida,
simbiose.

Tão perto.
Que nossas células
secretam
seiva e receios.
Como se dançar doesse.
Como se a dor de dentro contorcesse.

Tão perto
que tantas as partes
dos nossos corpos
se beijam,
inconsentida
e inconsequentemente.

Tão perto,
que nunca perto
o suficiente.


Poemas publicados originalmente no livro Sádica sílaba, publicado pela Editora Patuá.

YARA FERS vive de sua escrita, da venda de livros e ministrando oficinas poéticas. Publicou em 2021 o livro Sádica sílaba, pela Editora Patuá, e o livro artesanal Desmecanismos. Está com outro livro em processo de edição pelo Selo Auroras, da Penalux. Foi selecionada em concursos literários com poesias (Finalista e 4° lugar Concurso Tâmaras 2021, Finalista Prêmio Off-Flip 2021, Selecionada em Amor nos tempos de lonjura, Menção Honrosa no Concurso Abdala Mameri 2020) e crônicas (Concurso IEL-Unicamp e Prêmio Mirenax). Foi jurada do Concurso Sem Fronteiras pelo Mundo Vol 6 - 2021. É feminista, revolucionária e vegetariana. Gosta de gatos, de morar perto do mar e de guardar flores em livros.

Instagram: @yara.fers