Vê Só

Quem você indicaRia?

O Vê Só desta edição foca em espiritualidade e novos projetos de sustentabilidade queridos.

Aqui estão as indicações da equipe para inspirar as próximas semanas.

Morgana Kretzmann / Claraboia

Hoje vou indicar esse projeto lindo, sustentável e necessário do nosso colega e parceiro na arte, Jarbas Galhardo, e de sua maravilhosa mulher, Laryssa, a CLARABOIA!

Segue a explicação e a página deles no Instagram:

Conheça a CLARABOIA e "deixe a luz entrar".

Somos um portal virtual, uma "fresta de luz" que busca iluminar conteúdos, trocas de experiências e produtos mais integrados ao natural.

Buscamos incentivar mudanças cotidianas mais saudáveis, que possibilitem uma existência mais equilibrada.

Começamos com um perfil no instagram.

Siga e compartilhe! Vamos ter sempre alguma novidade para trazer para você.

Já conhece o Kit Ilumina, nossa linha de produtos por assinatura? Acesse nosso perfil.

Num endereço icônico na cidade de São Paulo, Rua Vergueiro, 1515, no início da Av. Paulista, a Catedral Ortodoxa Antioquina Grega, é um raro exemplo da arquitetura Bizantina na América do Sul. Conhecida por muitos, sua área externa não é segredo pra ninguém, mas o seu interior merece ser visitado. Orgulho da imigração árabe no país, é a nossa Capela Sistina. 

Faça o tour virtual 360º.

Ian Uviedo / Romance luminoso

Para esta edição quero indicar o livro O Romance Luminoso, do escritor uruguaio Mario Levrero. Sei que à primeira vista pode parecer estranho, numa edição que fala sobre Espiritualidade & Fé na Literatura, indicar um livro que, em seu núcleo, aborda temas como vício em computador, pornografia, geriatria, literatura policial, amores platônicos, pombas mortas e outras banalidades do cotidiano. Pode parecer estranho, e provavelmente é mesmo estranho, mas a verdade é que ao percorrer as quase 700 páginas deste livro, formado sobretudo pelo "diário da bolsa", um relato detalhado do ano em que Levrero viveu às custas da Fundação Guggenheim para escrever um romance, e menos, pelo romance em si, ao fechar o livro, senti como se tivesse atravessado algo. A verdade é que Levrero, ao narrar coisas aparentemente insignificantes, nos desarma, para no momento em que estivermos relaxados, nos surpreender com digressões e ensaios cortantes sobre o inconsciente, as relações humanas, a hipocrisia e o caos do mundo ocidental, tudo curtido numa erudição das mais dinâmicas. Ao mesmo tempo, buscando, tanto no diário quanto no romance, esses "momentos luminosos" que, afinal, parecem justificar nossa permanência na neblina da vida, nos faz lembrar que o mundo, tal como é, trata-se de um fenômeno espetacular, e basta estarmos de olhos abertos para ver a beleza e o milagre que se esconde por trás das menores coisas. O livro foi publicado um ano após a morte do autor, em 2005, e a edição brasileira (Cia. das Letras) tem tradução de Antônio Xerxenesky.

Caroline Joanello / Eisejuaz

Minha dica é o romance Eisejuaz, primeiro livro da argentina Sara Gallardo publicado no Brasil, pela Relicário. É o relato da saga espiritual de um indigena de etnia wichí, preso entre o mundo da espiritualidade wichí e o cristianismo das missões catequizantes. Eisejuaz, também batizado de Lisandro Vega, autonomeado como "Este também" e "Água que corre", conhecido pelo papel renegado de líder de sua aldeia, busca encontrar o fim do seu caminho cumprindo uma missão sagrada. Ricardo Piglia incluiu Eisejuaz na sua lista de 24 títulos da biblioteca essencial da Literatura Argentina. Vale cada minuto de leitura.


A espiritualidade, a meu ver, pode ser entendida como um mergulho profundo do ser humano dentro de si próprio em busca de seu melhor. "Conhece-te a ti mesmo e conhecerás os deuses e o universo" é uma máxima filosófica que revela a estreita relação entre Filosofia e Espiritualidade. No Vê Só desta edição, indico um podcast que fala sobre a Beleza e o importante papel que desempenha como instrumento para impulsionar o ser humano em direção a sua essência mais bela, mais pura, mais verdadeira, em uma palavra, mais espiritual.

Visite a Nova Acrópole para ouvir outros podcasts sobre a aplicação prática da filosofia em nossa vida cotidiana, em nossa constante evolução humana.